Rua Pedro Raiol, 328

Bairro: Centro - Vigia, PA

CEP: 68.780-000

E-mail: vigiapara400@gmail.com

 

© 2016 por INFOGRAFIC.

Orgulhosamente Vigiense

  • Google+ Clean
  • Twitter Clean
  • facebook

          Em Vigia acontece o maior e melhor carnaval de rua do estado do Pará. A diversidade de os blocos que percorrem as ruas da cidade é grande: são micaretas, blocos caricatos, cheios de fantasia; bandinhas centenárias tocando marchinhas; blocos de rua animando públicos de todas as idades; escolas de samba; e assim por diante. O ápice da festa é alcançado, de acordo com Ribeiro, na segunda-feira de carnaval, quando os blocos “Virgienses” e “Cabraçurdos” levam às ruas aproximadamente 80 mil foliões.

          Considerado o maior bloco do carnaval de Vigia, as “Virgienses” animam o carnaval da cidade há mais de 25 anos, e, atualmente, conta com 45 mil brincantes para manter viva a tradição. No bloco, homens se vestem de mulher. Para isso, o cuidado de escolher a fantasia e o investimento na criatividade são grandes: roupa, cabelo, maquiagem, acessórios, todos os detalhes femininos são utilizados na hora de montar as “Virgienses”.

          A naturalidade com que os homens incorporam o espírito feminino no carnaval foi um dos aspectos que chamou a atenção do editor de fotografias Bruno Miranda. “A questão dessa troca de homem se vestir de mulher acabou se tornando cultural. De certa forma, parece meio natural, parece que o preconceito de opções sexuais não existe, e isso me chamou a atenção. As pessoas abraçam a causa, as mães ajudam filhos e maridos a vestir as fantasias, ajudam nos detalhes. É muito engraçado”, conta.

          Os “Cabraçurdos” são outro bloco bastante tradicional do carnaval em Vigia. Como se fosse uma resposta às “Virgienses”, no bloco são as mulheres que se vestem de homem. Um pouco mais jovem que as “Virgienses”, os “Cabraçurdos” já fazem a festa pelas ruas de Vigia há 20 anos. Em 2013, aproximadamente 25 mil pessoas participaram do bloco. Não podemos deixar de citar também o bloco "Gaiola das Loucas" onde os travestis arrasam.

          Além dos blocos de rua, a prefeitura da cidade também monta um espaço cultural para receber shows, bandas locais e visitantes. Tudo de graça.

         Uma prática comum de quem vai para Vigia durante o carnaval é alugar uma casa e dividir as taxas com um grupo de pessoas, conhecidas ou não. A procura pela “casa perfeita” começa cedo, geralmente dois meses antes do carnaval, através de redes sociais, blogs, sites e claro, telefones.

 

ANIVERSÁRIO DA CIDADE:   Dia 6 de janeiro. Comemoração com shows de bandas locais e eventos culturais.

 

 

 

 

 

 

 

 


FESTIVIDADE DE SÃO SEBASTIÃO: Período de 10 a 20 de Janeiro. Tendo seu início em 20 de janeiro de 1875, a festa é caracterizada, além das missas e novenas, ocorrem também bingos, apresentação de bandas e shows de artistas locais .

 

 

 

 

 

 



BACU FEST: Ocorre no terceiro final de semana após a páscoa (sábado e domingo) na Orla do Arapiranga, Rio Açaí, onde acontece um torneio de pesca esportiva do bacu (peixe que dá nome ao evento). Há premiações para o bacu de maior, médio e menor tamanho, além do panemão, que não pega nenhum. Há venda de comidas típicas e acontece o Baile da Saudade na sexta-feira que antecede a pesca esportiva.
 

 

 

 

 

 


CÍRIO DE NOSSA SENHORA DE NAZARÉ: Ocorre no segundo domingo de setembro, com duração de 15 dias. O Círio de Nossa Senhora de Nazaré, em Vigia, é a mais antiga manifestação religiosa na Amazônia e é considerado Patrimônio Cultural e Imaterial Lei 7.270. Depois de 15 dias de novenas, missas e movimentações no arraial, acontece, no quarto domingo de setembro, a procissão da tarde, no chamado “Dia da Festa”. No recírio, acontece uma pequena procissão após a missa, na segunda-feira. A imagem é conduzida pelos diretores da festa, com um percurso bem pequeno e volta para a Matriz onde retorna para seu nicho, dando, assim, por encerrada a festividade.

 

 

 

 

 



FESTIVAL DA GURIJUBA: Ocorre no 1º fim de semana de dezembro (sexta, sábado e domingo) a festa do peixe ícone da cidade, com show de aparelhagens, bandas locais, da capital e de outros Estados. Oferecem aos visitantes comidas típicas, bebidas, apresentações folclóricas; ocorre o Concurso da Rainha do Festival e o concurso do melhor prato feito com a gurijuba.

 

 

 

 

 

 

 

 

FESTA DO SOL: Ocorre no último final de semana das férias de julho, trazendo atrações locais e muita diversão aos turistas e moradores locais, nesse evento ocorre a premiação da musa do verão vogiense.

 

 

 

CANTA VIGIA FESTIVAL: Ocorre todo ano, é um evento exclusivo de arte e cultura, destina -se aos artistas cantores e cantoras de diversas igrejas, interpretes da música e pretende buscar união de todos em prol do cumprimento da missão, através da arte, criando oportunidades para os talentos da música evangélica local, católica e secular.

 

 

 

 

 

PARADA GAY DE VIGIA: Ocrganizada pela Associação Gaiola das Loucas juntamene com o Grupo LGBT de Vigia, no mês de Outubro ocorre a Parada Gay de Vigia que a cada ano cresce em número de participantes, com shows de Dragqueens e atração de nível nacional do mundo LGBT.

 

 

 

 

 

 

FERIADOS MUNICIPAIS

06 de Janeiro: Fundação da Vigia de Nazaré
20 de Janeiro: Dia Consagrado a São Sebastião, Padroeiro do Arapiranga.
05 de Agosto: Dia Consagrado a Nossa Senhora das Neves
31 de agosto: Data da Adesão da Vigia à Independência do Brasil
2º Domingo de Setembro: Círio de Nossa Senhora de Nazaré, a Padroeira da Paróquia.
02 de Outubro: Elevação da Vigia à Categoria de Cidade

Principais Eventos